escritas com a etiqueta "inspirações".
18:07
sábado
13 abr 2013

"Chimpanzé de Michael Jackson abandonado pela família"

"O animal, agora com 27 anos – já coberto de pêlos brancos – ainda ouve as músicas do dono, que morreu em 2009.
Bubbles nunca chegou a ser visitado pelos filhos de Michael (Prince, Paris, e Blanket) desde que foi levado para o Center for Great Apes, na cidade Wauchula, localizada no centro do estado da Flórida, em 2005.
A última e única visita foi a da irmã de Michael, La Toya Jackson, que foi ver Bubbles em 2010.
Os funcionários do local disseram que o chimpanzé não foi incluído no testamento de Michael.
Bubbles foi resgatado por Michael em 1983, de um centro de pesquisas onde era usado como cobaia. O animal era vestido como uma pessoa, servia gelado sozinho e ainda conseguia executar o característico passo do antigo dono, o moonwalk."

não sei por onde começo... o michael jackson adoptou um chimpazé que era cobaia num laboratório (esta é a parte boa mas daqui para a frente é sempre a descer), baptizou o macaco de "bolinhas" e vestiu-o com roupinhas de criança (okay...).
o macaco imitava o dono, comia gelado e ainda ouve as músicas do dono (com direito a lágrima)... e agora rebenta a notícia que não foi incluído no testamento e a família do falecido dono não o visita.

a grande conclusão é que somos todos primatas, muito parecidos, e o bolinhas é um chimpazé, não é um macado (juro que tinha decidido não comentar os nomes dos "filhos" do rei da pop: príncipe, paris e lençol, mas não resisti)

 
rui duarte
01:39
quinta-feira
11 abr 2013

dalai lama (em inglês)


 
rui duarte
16:25
domingo
07 abr 2013

preguiça


hoje é que foi dormir, estava mesmo a precisar! (e o meu primeiro pensamento do dia és tu)

 
rui duarte
12:33
quinta-feira
04 abr 2013

pensativo


nota hertziana:
"Pocoyo é uma série de animação anglo-espanhola, criado por David Cantolla, Guillermo García e Luis Gallego, em 3D, destinado a crianças em idade pré-escolar. Conta as aventuras de um menininho de 3 anos, vestido de azul e cheio de curiosidades"

 
rui duarte
23:50
sábado
30 mar 2013

coco chanel


 
rui duarte
11:36
sábado
30 mar 2013

depeche mode - delta machine


estou a ouvir o último álbum de depeche mode e estou a gostar (ainda vou na segunda música mas é daqueles dados adquiridos)

 
rui duarte
11:25
sábado
30 mar 2013

limites esbatidos
okay, este vídeo anda na berra por causa da sua versão alternativa em que as meninas andam com as maminhas de fora mas acontece que gostei imenso da música, está muito bem arranjada (tirando a parte do "rap" que estraga qualquer música). vamos ouvir:



Robin Thicke - Blurred Lines ft. T.I., Pharrell

em relação ao senhor cantor, robin thicke: eu não o conhecia mas depois de ouvir esta música tentei e não gostei porque o homem canta em falsete e deve ter a mania que é elegante ou irresistível (aliás, o seu estilo de música resume-se mais ou menos a essa condição) mas ainda tem que comer muita papa de milho para chegar aos pés do nosso tony (carreira). os sapatos de verniz e as vestimentas do engate escondem provavelmente um corpinho pouco bonito com maminhas descaídas (sempre ouvi dizer que um fato "pipi", mesmo que seja da macmoda, faz - toda - a diferença).
depois o seu slogan, "thicke has a big dick", também diz muita coisa e nenhuma é positiva. enfim.

agora o pharrell, sim! é aquele pretinho com olhos em bico que faz magia em todas as músicas que produz e pertencia aos N.E.R.D. (uma banda da treta).
gosto dele mas faz-me aquela comichão (confusão? não sei) sempre que vejo um preto com tatuagens.

o pateta do rap não sei quem é (e estou bem assim)

 
rui duarte
09:31
domingo
24 mar 2013

obi-wan kenobi
esta personagem interpretada pelo senhor (sir) alec guinness nos filmes mais antigos (quando a história estava quase a chegar ao fim) começou por ser um jovem jedi em fase de treino e evoluíu ao ponto de ser um dos melhores jedis (não o melhor porque esse é pequenino e verde, e fala ao contrário)



nos filmes mais recentes (as prequelas) ele tornou-se mestre do jovem anakin skywalker, o potencial melhor jedi de todos os tempos ("o escolhido") que se revoltou e fez grandes estragos no império, aliás... matou quase todos os jedis que não pertenciam ao lado negro da força (os maus) e é nesta altura que o mestre "obi-wan kenobi" tem que cortar as pernas ao seu aprendiz (literalmente) mas não teve coragem de o matar e assim nasceu o darth vader, o pior bad boy de todos os tempos.

a história tem mais qualquer coisa do que isto mas se calhar torna-se aborrecido. vou apenas deixar um vídeo com a evolução do pequeno anakin, mais tarde darth vader:



e pronto, não tem nada de especial mas eu gosto. gostava de um dia fazer uma maratona de star wars pela ordem original: começar pelos filmes mais antigos e depois os três mais recentes (que foram uma grande desilusão mas é o que se tem)

notas espaciais:
- os jedis são uma elite de polícias (ou "pacificadores") universais que podem ser de qualquer raça do universo (um polvo ou uma coruja, desde que tenha potencial) e são escolhidos a dedo por membros de uma raça microscópia extra-terrestre que se fundem com o jedi e dão-lhe "a força"
- "darth" é o primeiro nome dos jedis maus e já não me lembro porque se chamou "vader" (mas vou tentar pesquisar, se me lembrar)

nota de cinema:
o termo "prequela" não existe (ou não existia) no dicionário português mas percebe-se que é uma obra que contém eventos anteriores aos actuais (uma sequela ao contrário)

 
rUI dUArtE
16:43
quarta-feira
20 mar 2013

dia no escritório

(esta é a extinta personagem interpretada pelo steve carell, na série prestes a chegar ao fim, "the office - an american workplace". supostamente é o melhor/pior chefe que se pode desejar)

 
rui duarte
01:58
terça-feira
19 mar 2013



 
rui duarte
14:44
sábado
16 mar 2013

uma das prendas mais lindas


é por isto que eu gosto (assim) de ti.

nota:
nunca li aqueles livros do stephen king (apenas vi o filme inspirado num dos contos de um dos livros) e o livro do cubo de rubik vai dar jeito, acredita.

 
rui duarte
15:18
terça-feira
12 mar 2013

a julia e o czarek
a julia é uma menina de 3 anos que vive na polónia e tem um cachorrinho preto, o czarek.



há alguns dias (a notícia apareceu na imprensa internacional no dia 4 deste mês) a menina foi para a rua brincar e perdeu-se numa floresta perto de casa. foi encontrada a vários kilómetros de casa com a roupa molhada depois de uma noite com temperaturas negativas e apenas sobreviveu porque se abraçou ao seu czarek (o cão agora é uma espécie de herói nacional)


é uma história engraçada com uma conclusão óbvia mas eu lembrei-me de perguntar ao senhor google pelo nome do cão em português, é o tigelas.

 
rui duarte
14:32
terça-feira
12 mar 2013

the jeselnik offensive

adorei esta série (do género de programas como o daily show, mais ou menos)

o slogan é "a vida é cruel e ele também"

(realmente é original e bastante divertido ver alguém gozar com crianças com cancro e outros assuntos sérios... tem mesmo piada)

 
rui duarte
23:35
domingo
10 mar 2013



 
rui duarte
11:44
domingo
10 mar 2013

Maurits Cornelis Escher, alhambra e tesselação
para começar, uma definição retirada da wikipédia:

"tesselar é cobrir uma superfície com um padrão de figuras planas, de modo que não existiam nem espaços entre elas, nem sobreposições, ou seja que o seu tamanho total seja igual ao espaço particionado. a palavra parece ter origem na palavra latina, tessela que é uma pequena peça cúbica de barro, ou vidro usada para fazer mosaicos"

os seguintes "mosaicos" estão nas paredes do complexo palaciano de granada, mais conhecido como alhambra e são exemplos típicos de tesselação:



há muitas destas decorações no palácio e é uma das principais razões porque é conhecido.



uma curiosidade é que na complexa engenharia de software moderna usam-se estes padrões para resolver problemas complicadíssimos.

e a real curiosidade é que desde miúdo adoro as ilustrações de um holandês meio louco que se chamava senhor escher. e descobri há relativamente pouco tempo que foi nestes padrões engenhosos que ficou a conhecer numa visita a alhambra que obteve inspiração para o que fez toda a vida e fez com que fosse conhecido. a sério, adoro estas coisas:



(o primeiro não tem muito a ver com esta publicação, é um auto-retrato do autor que também adorava perspectivas)



(este do peixe que se transforma em pato, ou vice-versa, é um dos seus trabalhos mais simples, mais bonitos e mais famosos)



(os trabalhos foram-se tornando mais complexos e começaram a fugir do papel, este é o "espelho mágico")



(não sei o título deste mas o que se vê no caderno, de onde saem as lagartixas, é um painel muito conhecido deste senhor)

finalmente, o meu preferido (e o de muita gente), a mão que desenha a mão:



lembro-me que sempre que ia a uma feira de livros e encontrava alguma coisa do senhor escher não ia embora sem o comprar (a não ser que fosse um livro de ricos, daqueles que custam pra cima de um ror de dinheiro). tornou-se uma espécie de vício e lembro-me que a última coisa que comprei foi um livro de postais (que entretanto despegaram-se todos) que tinha uma ilustração lindíssima na capa, a do peixinho no pântano (o seu título é "três mundos"), muito bonito:



não resisto a deixar mais alguns exemplos e provas que o homem era meio doido:







passou a vida inteira a fazer destas coisas (outro facto interessante é que estas ilustrações eram feitas em litografia - gordura em cima de uma pedra lisa - ou xilografia - relevos na madeira, como se fosse um carimbo)

desconfio que já conhecias estes desenhos, há muitas referências no cinema e toda a cultura moderna. e eu gosto destas coisas.

 
rui duarte
01:12
domingo
10 mar 2013

a ideia do senhor toynbee
foi o melhor filme que eu vi nos últimos tempos (anos?), finalmente uma história que eu não fazia ideia como vai terminar e que não se torna aborrecida ao ponto de andar só este bocadinho para a frente ou deixar de prestar atenção por uns minutos porque "não se perde nada"



é um documentário de 2011 que me surpreendeu ao ponto de ser feita aquela reflexão triste: eu já nem estava à espera de um filme de jeito (porque já nem me lembrava que existiam)



a ideia de toynbeen é um bocado complicada (talvez porque é complicado conceber a possibilidade de misturar filosofia com inteligência) mas, resumidamente, os animais (incluindo as pessoas) são composto por partículas minúsculas de matéria que constituem as moléculas que, por sua vez, formam as células que são parte dos tecidos que fazem parte dos órgãos. isto bem batido faz um organismo (um corpinho).
aquelas partículas mais pequenas, talvez ao nível do átomo (que, apesar de vir do grego "indivisível", já se conseguiu dividir), possuem um possível "estado" e... se for possível memorizar todas as "partículas minúsculas" de um organismo juntamente com o seu "estado" num determinado instante então é possível reproduzir um humano (ou um cão ou uma lula, tanto faz) com todos os seus traços, memórias etc, tal e qual.

isto parece ficção científica mas só não é praticável porque (ainda) não existem meios para isso.

 
rUI dUArtE
11:59
quinta-feira
07 mar 2013



 
rui duarte
 
escritas com a etiqueta "inspirações".
 
1 2 3 4 5 6 7 8
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria