escritas com a etiqueta "consultório sentimental".
10:12
quinta-feira
14 fev 2013

dia dos namorados (pensamentos)
pode ser de mau gosto ou um acto de pseudo-rebeldia mas é a minha maneira de pensar, há muito tempo:



porque hei-de fazer o que os outros fazem, quando os outros fazem e porque os outros fazem?

tem um bom dia dos namorados (um dia como os outros)

nota sincronizada:
eu sei que é de mim mas gosto de fazer as coisas porque me apetece, porque têm alguma lógica e porque merecem ser feitas (nunca porque me dizem que tem que ser assim)

 
rui duarte
13:29
sexta-feira
18 jan 2013

razões para dormir sem roupas
um estudo recente revelou que apenas 10% das pessoas no mundo civilizado dormem sem roupa mas os "especialistas na matéria" mostram que tem benefícios para a saúde e também para a vida a dois.



encontrei um artigo (da cosmopolitan) com uma lista de 6 razões para dormir todo nu. resumindo e reescrevendo, fica mais ou menos assim:

de acordo com a autora de um livro ("the sex drive solution for woman"), dormir sem roupa é saudável para o órgão sexual feminino porque as bactérias adoram reproduzir-se e desenvolver-se em ambientes quentes e húmidos.
estar umas horas sem usar cuecas (a arejar) ajuda a prevenir infecções.

embora grande parte das pessoas goste de dormir numa divisão quente, é importante ter um quarto fresco durante a noite dado que a temperatura do corpo baixa durante o sono, uma tendência natural do organismo que se for contrariada pode perturbar o descanso.

de acordo com mais uma aldrabona norte-americana (a naturopata natasha turner, autora do livro "the hormone diet"), temperaturas altas durante a noite interrompem a libertação de melatonina e de hormonas de crescimento responsáveis por contrariar o envelhecimento do corpo.
quando a temperatura do corpo cai, a hormona de crescimento liberta-se e com ela a sua magia regenerativa e o resultado mais imediato é pele e cabelos mais bonitos.

diz que dormir como se veio ao mundo ajuda a dormir mais profundamente o que diminui os níveis de cortisol (a hormona do stress). o sono ao ser interrompido aumenta os níveis de stress, o que provoca fome (vontade de comer!)

dormir com o rabinho ao léu também aumenta o nível de confiança (afirma uma senhora chamada jennifer landa - esta eu fui investigar porque pensei que fosse uma senhora acima dos sessenta anos que ainda está fascinada com a alta tecnologia do clister, mas não... é uma jovem terapeuta sexual que percorre os programas da tarde nos states), isto porque sentir o fresquinho do ar é uma coisa sexy e quando a pessoa se sente sensual aumenta a sua confiança (não vou comentar este ponto... eu acho que preferia a velhota que vive com três gatos, come a comida deles e dá conselhos na rádio)

e claro, a última razão é bastante óbvia: dormir sem roupa é saudável para as relação amorosa porque aumenta o contacto com a pele do parceiro e a produção da hormana oxitocina (basicamente, se incentiva as relações sexuais a relação é mais feliz e faz as pessoas mais descontraídas e com mais propensão a orgasmos)



claro que mais estudo não acrescentou nada de novo e não é nada que não se soubesse mas... este é um consultório sentimental a brincar.

nota calorífica:
eu detesto calor seja de dia ou de noite. as pessoas que se expõem muito, vão à praia apanhar dias inteiros de sol etc. têm um aspecto mais envelhecido (um bom exemplo disso é a pele da cara e braços dos pescadores)

nota com ursinhos:
quando estava a pesquisar pelas imagens para esta escrita encontrei a seguinte, de um bebé com um ursinho, que me lembrou a ideia de tirar fotos a quem adormeceu, com um ursinho ao lado.



achei piada.

 
rui duarte
15:51
domingo
13 jan 2013

assim disse o freud (ou não)

"O que Pedro pensa de Paulo, diz mais sobre Pedro do que Paulo"

é uma frase que se crê da autoria de freud mas apareceu bastante recentemente.
a frase original pertence a uma senhora francesa chamada lise bordeau que escreve livros da treta sobre inspiração e motivação, na sua forma original: "Ce que Pierre pense de Paul en dit plus sur Pierre que sur Paul"

eu cheguei a esta conclusão sozinho, que quando alguém nos diz mal de outra pessoa está a denunciar a sua maneira de ver e avaliar os outros e o que diz sobre a outra acaba por não ter importância porque apenas o podemos confirmar com a nossa experiência (um facto que faz parte da nossa natureza é que todas as pessoas, além de idiotas, são potenciais aldrabões)

outra frase indevidamente atribuída a freud foi escrita por william gibson, um escritor de ficção científica que celebra o seu aniversário dois dias depois de mim (no dia de são patrício):

"Antes de ser diagnosticado com depressão ou baixa estima, certifique-se de que não está rodeado por idiotas."

(uma inspiração que se comprova de vez em quando e dá um bocadinho de estima própria... porque sabe bem ter provas que somos uma maioria de idiotas e "eu" não sou assim tão idiota - mas não serve de nada)

para terminar, a última frase atribuída a este senhor que fumava como um cavalo, não gostava de quem não era fumador e dizia que os cigarros simbolizam o pénis porque são cilíndricos e em forma de tubo, com uma ponta quente e vermelha donde sai fumo como se fosse sémen:

"por vezes um cigarro é apenas um cigarro"

ora... esta frase apareceu pela primeira vez num jornal importante e com muito crédito, cerca de 10 anos após a morte do psicanalista e foi citada a partir daí. basta um pateta lembrar-se de mandar uma patagoada para ser verdade daí para a frente (e é também por isto que eu acho que devia haver uma distinção entre o que aparece na internet em português de portugal e em "brasileiro", porque eles são muitos mais e dali vem mais có-có - ao menos uma página na wikipédia independente porque já passou o limite do erro humano)

estou farto de ver erros claros que surgem da ignorância e falta de brio (já vi dizerem que certa música do lionel richie é do bob marley, só para dar um exemplo)

sumário:
não acreditar em tudo o que se lê e, em relação ao senhor freud (um charlatão), uma pessoa torna-se uma autoridade quando a sua audiência é ainda mais idiota do que ela.

 
rui duarte
21:37
sexta-feira
16 nov 2012



nota interior:
inspirado nas cuecas do super-homem

 
rui duarte
18:49
quarta-feira
14 nov 2012

a regra dos três segundos
há muitas regras dos três segundos mas esta aplica-se à comida caída no chão que diz que se pode comer se for apanhada dentro de 3 segundos porque não teve tempo de apanhar porcarias. mas não é bem assim, eu gosto mais da regra do olho (se a comida não ficar com matos então pode-se comer... e eu chamo-lhe a "regra do olho")


de qualquer maneira houve uma universidade qualquer que decidiu gastar dinheiro num estudo relacionado e chegou mais ou menos à minha conclusão:

deixaram três amostras de cada tipo de alimento durante 5, 10 e 15 segundos no chão infectado com uma bactéria conhecida e esperaram para ver em que casos havia desenvolvimento da bactéria.
a conclusão é que alimentos sintéticos são os mais seguros e também aqueles com muito teor de sal ou açúcar mas... aconselham a apenas seguir a regra em ambientes conhecidos e nunca em espaços públicos. acho que não se acrescentou nada de novo mas este mundo é assim.

nota:
os americanos são mais tolerantes e elevam esta regra aos 5 segundos, o chão na américa deve ser mais limpinho.

 
rui duarte
08:12
terça-feira
09 out 2012

a cadeira sábia
ontem estava a passear pela rua e reparei numa cadeira velha, só com três pernas, no lixo. Se fosse nova teria mais ou menos este aspecto:


então tive um sonho muito estranho... sinal que o meu subconsciente funciona bem:

conheci uma cadeira que era capaz de responder a qualquer pergunta que lhe fosse feita (pormenor importante: dava sempre a resposta certa e directa!)
não sei qual o local ou as circunstâncias mas dei por mim à frente da cadeira a fazer perguntas muito estranhas: beber leite faz bem à saúde? quem escreveu o principezinho? onde está o escritor agora? de que é que morreu o ronald reagan? etc...

a resposta mais estranha e a única que teve rodeios foi dada ao famoso cliché "qual o sentido da vida?"

respondeu com uma pergunta, "quais os teus desejos?", e eu perguntei se era uma cadeira ou o génio da lâmpada e ainda falamos sobre a paz no mundo e outras conversas da treta. a história ficou mais ou menos por ali sem evoluir para "outra coisa qualquer".

senti qualquer coisa espiritual e achei imensa piada pela sabedoria estar representada por uma cadeira só com três pernas deitada ao lixo que eu mal reparei e não olhei segunda vez.

nota, para não me esquecer:
é mais ou menos urgente eu arranjar algum dispositivo que tire fotos porque tenho perdido muitos "pormenores de valor"

 
rui duarte
03:03
sexta-feira
28 set 2012

o cheiro do arroz queimado
eu não sei cozinhar mas é uma função que gosto de desempenhar e se o fizer apenas para o meu estómago não me importo que fique intragável porque vou comer de qualquer maneira e para a próxima já sei o que melhorar. por outro lado, se ficar muito bom acaba o desafio... o que também não é nada mal pensado porque ganho mais um "prato do costume"

é aqui que entra o meu trauma com arroz, o verdadeiro acompanhamento rico em hidratos de carbono (que eu prefiro em vez de massa ou de batata frita ou cozida).



detesto fazer para outras pessoas porque pode não ficar bom mas essa preocupação não existe se for apenas para mim e talvez por isso nessa condição fica sempre bem e faço quase questão de o deixar queimar (sempre por acidente) porque fica soltinho e adoro o cheiro, o gosto e a consistência do arroz queimado.

nota salutar:
diz que não se deve queimar alimento nenhum porque é menos saudável e, já que falo nisto...



eu também adoro pão queimado! (é por isso que se chamam "torradas")

 
rui duarte
17:56
domingo
09 set 2012

almas gémeas


(como as metades da laranja)

 
rui duarte
21:52
quarta-feira
29 ago 2012

é permitido palitar os dentes?
uma coisa é usar, em sede própria, o fio dental que, pelos vistos faz muito bem (a mim faz-me impressão usar)!Ooutra é usar um pequeno tronco de árvore para retirar coisas, que outrora foram comida, do meio dos dentes.

pode considerar-se ser um mal necessário eu digo que é falta de chá! é como dar puns, tal acto remete-se para o foro privado ou então disfarça-se muito bem, ainda que por vezes os primeiros possam ocorrer inconscientemente não acontecendo o mesmo com o palitar da dentadura.



conselhos para a vida:

nunca partilhar palitos e muito menos puns, a não ser que cheirem a rosas como os meus.

ter um palito na boca não dá estilo: podes engolir o dito cujo e furar os intestinos ou então caíres e espetar o céu da boca.

não uses nem tenhas escondido na dispensa palitos roliços de madeira chamados Gina, pode ser mal interpretado.

 
palmira maria
22:44
terça-feira
28 ago 2012

nem de propósito, sem querer falaste sobre o tema que irá ser alvo da minha primeira escrita inserida no consultório sentimental.

quantos banhos é permitido NÃO TOMAR numa relação?

1. se o WC estiver apetrechado com bidé, dispensa-se, onde se lava o rabinho também se lava o sovaquinho, não é?;

2. se cheirar extremamente mal diga sempre que cheira a rosas, alguém eventualmente vai acreditar;

3. se tiver uma namorada que tenha dificuldades em sentir os cheiros, casa-se com ela.



 
palmira maria
04:57
terça-feira
28 ago 2012

consultório sentimental
é permitido soltar gases num relacionamento?


podes dar peidos sempre que for necessário, reter é que faz mal! e o teu namorado vai aceitar a tua flatulência porque ele gosta mesmo de ti.

nota sentimental:
este é o teu desafio de hoje, terás que escrever um artigo (com piada) nesta nova rubrica intitulada "consultório sentimental"

(espero que tenhas achado graça, eu confesso que dei uma gargalhada ou duas...)

 
rui duarte
 
escritas com a etiqueta "consultório sentimental".
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria