escritas com a etiqueta "cinema".
11:37
quarta-feira
16 nov 2011

"5 anos em 5 minutos" (o melhor treinador do mundo e o corvo)
não vou escrever nada de mais no decorrer do dia de hoje (apenas porque não me apetece) e por isso deixo agora a maior quantidade de informação, tudo o que me lembrar de uma assentada.



em primeiro lugar, tenho que referir a victória esmagadora de portugal sobre aquela equipa de estrelas bósnias como está tão bem ilustrado na primeira capa do jornal oficial do benfica (ouvi dizer que um dos adversários joga no manchester city e portugal só não ganhou na bósnia, por quinze a zero, porque o michel platini acha piada a campos de batatas quando não é a frança a jogar)
aproveito para dar os parabéns à nossa selecção por ter estado novamente em risco de ficar por terra e mesmo assim não ter aproveitado as penúltimas oportunidades.

como português orgulhoso que sou, acho que mais valia a selecção ter ficado pelo caminho para depois não ser a vergonha do campeonato (porque vamos "ter azar") mas fiquei satisfeito porque assim o paulo bento é declarado herói nacional e já não será "o próximo treinador do futebol clube do porto, porque o pinto da costa gosta dele"
uma tristeza e nem me importei em ver o jogo derradeiro da selecção, tal era a falta de entusiasmo.

falando em melhor treinador do mundo, este sketch de um programa qualquer que eu não conheço retrata a genialidade do melhor treinador do mundo, genialidade essa que se reflecte nas opções tácticas e na mística da equipa mais calorosa do campeonato português:



também é uma crítica ao programa "novas oportunidades", fica-se com o diploma mas mantém-se a ignorância (e assim é a educação em portugal, aquele país que se qualificou, com muito pouca distinção, para o europeu de futebol)

para finalizar,
uma nota (para mais tarde recordar) que tem a ver com um dos actores que eu mais gosto, john cusack, e um escritor que trago desde a minha infância, edgar allan poe.
anda aí o filme "the raven" e, apesar de ser acerca de um dos raros escritores clássicos norte-americanos (o outro é mark twain, e mais?... há mais?!), estou a fazer figas para que o argumento e realização não caia na tentação de esconder o que realmente lhe deu piada: era má pessoa e "sombrio", tinha um lado muito obscuro e (provavelmente) muitos esqueletos enterrados no quintal (mas ninguém pode saber, não é?...)



façam o bonito do senhor ou não, acho que será um bom filme e este faço questão de não perder.

 
rui duarte
 
22:10
segunda-feira
14 nov 2011

"i'm flying" diz ela


 
palmira maria
22:08
segunda-feira
14 nov 2011

"outrage"

o mais recente do meu realizador japonês preferido (o único que eu sei o nome de cor), takeshi kitano

pode não agradar a muita gente porque é violento e tal, mas eu faço questão de ver (mesmo que não passe pelas salas de cimena, o que "para mim tanto me faz...")

 
rui duarte
 
22:01
segunda-feira
14 nov 2011

o amor é cego



o retrato perfeito da situação (não te zangues) :P

 
palmira maria
02:09
domingo
13 nov 2011

fantasmas (slimer)
os fantasmas também voam e esta personagem do filme ghostbusters (de 1984!) é perfeita para o ilustrar.



não faz grande sentido estar a falar deste filme se grande parte das pessoas nunca o viu nem faz ideia do impacto que teve naqueles tempos em que ainda não estávamos na comunidade europeia (e agora já não se pode viver sem ela), por isso encontrei um pequeno clip engraçado:



curiosidades:
- originalmente o papel de peter venkman (o caçador de fantasmas que apanha um banho de ranho neste vídeo) pertenceu a um actor chamado john belushi que infelizmente morreu antes das filmagens mas dizem as más línguas de hollywood que o pequeno fantasma verde voador, slimer, foi uma homenagem a este actor falecido porque tinha o comportamento do actor no primeiro filme de comédia adolescente na escola, liceu ou universidade: "animal house" (muito antes de "porky´s" ou "american pie")
- a frase ouvida neste clip, "he slimed me..." (que se refere ao ranho ou "slime"), pegou moda e ainda hoje se usa, foi assim criado um verbo na gramática inglesa!



este é john belushi, eu gosto dele

 
rui duarte
16:41
segunda-feira
07 nov 2011

james bond


trata-se do meu james bond preferido, sean connery, no filme "thunderball" e graças a um "vanguardista" jet-pack.

 
rui duarte
13:04
domingo
06 nov 2011

11-11-11
um filme recente que deu uso a uma data que está próxima: dia 11 de novembro de 2011 (três "onzes")



eu ainda estou no início do filme e não sei o que se irá passar mas já consigo fazer uma ou outra crítica:
foi bastante sugestivo e conveniente haver tantos "onzes" logo depois do penúltimo dia das bruxas (antes do fim do mundo) e bendito seja aquele mito dos quatro "uns" quando se olha para o relógio...



quando ouvi o título fiquei curioso não pelo filme mas pela manta de retalhos que imagino que seja o argumento... para começar a acção situa-se na cidade espanhola de barcelona (a alternativa seria o méxico mas não é tão bonito ou "tradicional") porque o español dá aquele ar de superstição, não é?
depois todos aqueles elementos que já se sabem: pessoas amadas que morrem e a consequente perca de fé de um escritor famoso que tem um acidente e a quem acontecem algumas coincidências e aparecem os fantasmas... e já está! ("been there, done that")

eu estou a vê-lo mas será um filme para esquecer, tenho a certeza.
 
rui duarte
 
 
escritas com a etiqueta "cinema".
 
1 2 3 4 5 6 7 8
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria