escritas com a etiqueta "rosa choque".
00:57
quinta-feira
16 fev 2012

agora sim a hellen e o figo


 
palmira maria
21:22
segunda-feira
13 fev 2012

já paravam com a whitney houston...
eu lembro-me assim de repente de três ou quatro músicas da senhora que está no guinness por ser a mulher com mais prémios (na história da música, presumo) e dessas quatro músicas (lembrei-me de uma que estava teimosa) três são covers.
refiro-me a "greatest love of all", "i´m every woman" e "will always love you" (todas re-interpretadas) a outra que nunca tinha sido cantada é "wanna dance with somebody" e é daquelas pimbalhadas dos oitentas que pouca gente se deve lembrar.


eu acho que também sempre gostei dela mas lembro-me bem apenas porque já ando aqui há muitos anos, mas... tirando aquelas tiradas épicas quando bateu no marido ou quando disse que não andava no crack porque era barato demais para quem tem tanto dinheiro como ela e depois confessar no programa da oprah que anda na droga (como se nunca ninguém tivesse reparado no seu comportamento alucinado) não existem muitas razões para me fazer falta (e eu também sei que eu muito menos lhe faria falta se as coisas fossem ao contrário)

acho que já chega, acalmem-se e limpem as lágrimas!
depois toda a gente pode fazer fila para comprar o "best-of" e o livro sobre a vida dela (ah! e, qualquer dia, ver o filme no cinema)

nota fotográfica:
eu sei que é a janet jackson na imagem, fui eu que me enganei de propósito (e era para ter piada)

 
rui duarte
08:53
segunda-feira
06 fev 2012

dama de ferro
isto a propósito de um filme bastante badalado acerca de um tema que está na moda (cheira-me a preparação para o óscar do melhor filme ou, pelo menos, melhor actriz)


os traços físicos e a caracterização da actriz têm alguma a ver com a personagem da vida real mas estava a falhar um pormenor que eu tratei com o photoshop (sei que praticamente não se vai notar a mudança, só para quem tem o olho bem treinado)

enfim... também sei que a minha tentativa não tem piada nenhuma e, falando nisso, deixo os "sketches" do herman com a senhora tatcher (margaret para os amigos)

a empregada portuguesa:



o cabeleireiro português:



o motorista português:



enfim.

 
rui duarte
01:09
domingo
05 fev 2012

perna de pau


 
rui duarte
13:49
quinta-feira
02 fev 2012

a evolução da dança com tesouras (o que é o tribadismo?)
a propósito de the cure e do seu vocalista, robert smith (o ursinho gótico), há dias estive a ver "stalkers" famosos deste senhor (em português diz-se "perseguidor") e encontrei um caso bastante recente em que o cantor chegou a casa e tinha um bando de gente a tirar fotografias... e é claro que ficou danado mas não fez queixa à polícia e até lhes deu uma boleia até ao vilarejo mais próximo (abstenho-me de mais comentários...)



e também descobri que um senhor com o nome artístico "del marquis", guitarrista e fundador dos scissor sisters, antes de ter o seu próprio sucesso gostava tanto do "roberto" que o perseguia e dormia ao relento à porta dos hotéis onde os the cure estavam hospedados



(o guitarrista é o que tem as calças de gola alta)

hoje em dia as coisas mudaram e "del marquis" está na lista dos 40 homossexuais (declarados) mais famosos e claro que isto é motivo de orgulho (gay...) mas tenho a certeza que os meus pais não iam adorar a ideia se fosse eu.

eu adoro a música dos scissor sisters, acho que actualmente destaca-se bastante e tem qualidade (apesar de ser para os rolas) e apeteceu-me, por qualquer razão, saber porque é que adoptaram este nome... por isso pesquisei e descobri!



tem a ver com o tribadismo ou "scissoring" (é como se diz na gíria em estrangeiro). não fico por aqui, vou deixar a descrição retirada da wikipédia:

"Tribadismo é um acto sexual lésbico. Termo de origem grega para designar frotação ou esfregação, as praticantes têm a definição de tríbade. É o acto de roçar ou esfregar a genitália na genitália da parceira. No entanto, o tribadismo pode ser praticado em qualquer parte do corpo da outra em que o sexo consiga posicionar-se num bom ângulo."

("genitália" tem sempre piada, tal como "franga")

notas abichanadas:
- eu sempre pensei que "scissor sisters" era uma referência a "costureiras" ou assim (tou a brincar, claro que é suposto ser gay)
- declaro que "discoteca gay" daqui para a frente passa a chamar-se "cabeleireiro".
- (posto o ponto anterior...) o grande "cabeleireiro" da minha terra está envolto em polémicas porque o povo quer encerrar o estaminé mas eu não percebo bem porquê e não há-de ser por causa do barulho porque na zona não vive ninguém... será que esta gente tem alguma coisa contra o uso de plumas, gritos de esganiço ou esfincteres pouco elásticos? ("shame on them")

voltando aos the cure, new order tem alguma coisa a ver dado que são praticamente contemporâneos, são também britânicos e pertencem ao universo das minhas bandas preferidas de sempre.
tratam-se dos sobreviventes de joy division depois que o seu vocalista, ian curtis, decidiu que queria pendurar-se pelo pescoço porque era uma pessoa muito sombria, deprimida (e deprimente) e reflectia isso nas letras das suas músicas que tinham sempre a ver com tristeza, insatisfação e solidão.
era também extremamente introvertido e não se deixava arrastar facilmente para cima de um palco mas ficou conhecido pela sua dança empenhada, absorvida pela música e um pouco alucinada.


ora... como é possível que uma pessoa tão atrofiada que passava tão mal quando tinha que actuar (com direito a vómitos e diarreia) conseguia-se "libertar" daquela maneira ao ponto de contagiar e inspirar a dança de muita gente daí para a frente?

muita gente ainda o copia, é um facto (e não me façam falar do david fonseca que eriçam-me logo os nervos) mas... não passava de epilepsia! o homem tinha ataques epilépticos bastante frequentes e calhou bem porque pegou moda...

e assim é o mundo (da música)

 
rui duarte
14:48
quarta-feira
01 fev 2012

okay...


não tem mal nenhum mas era escusado

 
rui duarte
12:01
domingo
29 jan 2012

"let go let god"
o programa intitula-se "jersey shore" e acho que toda a gente sabe ou desconfia que os "actores" não são assim tão jovens, que aquilo não é assim tão espontâneo e não tem grande conteúdo (trata-se de um monte de pessoal cool que gosta de se armar em bom, tomar a bebedeira, discutir e andar à porrada)



okay, sei que esta escrita não interessa a ninguém mas eu acompanho esta série porque gosto de ter o que criticar, aconteceu-me como quando se vai a passar por um acidente de viação e não se consegue parar de olhar, ou então os velhotes quando passam por uma obra de construção civil (ficam hipnotizados!)

neste último episódio apanhei um choque quando os residentes foram resgatar um dos concorrentes que estava com saudades de casa e fugiu para o pé da mãe... descobriram que o rapaz fez uma nova tatuagem no peito e alguns não perceberam o seu significado mas eu já tinha visto aquilo em qualquer lado e fui à internet investigar:
"let go let god" é um dos lemas dos alcoólicos anónimos(e mais não digo, até porque não sei o que pensar... mas que é estranho, é)

 
rui duarte
23:15
sábado
28 jan 2012

esta era a foto


 
palmira maria
22:01
quinta-feira
26 jan 2012

visão do inferno


os desenhos da minha sobrinha mais nova dão pesadelos...

 
rui duarte
23:42
quarta-feira
25 jan 2012

diz que..
os blur estão a trabalhar num novo album, por isso fica atento.


 
palmira maria
21:38
terça-feira
24 jan 2012

apresento-te a lyonce viktoriya (acho que é assim que se escreve)
até é bonitinha, felizmente não sai ao djaló :)


 
palmira maria
21:18
terça-feira
24 jan 2012

e por falar em cor-de-rosa


 
palmira maria
 
escritas com a etiqueta "rosa choque".
 
1 2 3 4
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria