escritas com a etiqueta "os ensinamentos que vos deixo".
09:10
quinta-feira
20 set 2012

"aboard" e "abroad"


incrível como a posição de um "R" faz tanta diferença e a idéia mantém-se quase na mesma.

"abroad" é uma espécie de "embarcado" enquanto que "aboard" é "no barco" (uuuuuh! queres ver que estão os dois "em viagem"?)

 
rui duarte
14:08
sexta-feira
14 set 2012

james bond, zero-zero-zero
o anúncio não é dos melhores, de facto está miserável para as grandes produções que a coca-cola costuma apresentar mas tem uma certa piada (não muita, mas tem)



alguém devia dar uma pequena sugestão às bestas que se mandam aos refrigerantes light: bebam água

tenho ouvido umas polémicas relacionadas com um composto de sódio na coca-cola zero que são capazes de levar à proibição deste produto nos estados unidos (só por isto já cheira a esturro) e consta que é mesmo verdade que os aspartames (e outros "adoçantes artificiais") fazem muito mal e por isso há que evitar este tipo de produtos.

tenho-me lembrado da pastilha de adoçante que misturas no café de manhã e acho que devias pensar numa alternativa, um pouco de açúcar ou mesmo café sem mais nada porque sabe igualmente bem (melhor ainda) depois de se apanhar o hábito

nota natural:
se um algum alimento provoca diarreia quer dizer que está estragada ou faz muito mal. mas claro que se comer umas bananinhas a mais ou molho de ameixas é uma questão de quantidade e não de qualidade.

nota para terminar:
diz que os kiwis são a forma moderna e delicada da expressão "quero cagar"

 
rui duarte
17:33
segunda-feira
10 set 2012

conselhos para dormir bem


 
rui duarte
00:39
sexta-feira
07 set 2012

comportamento canino


isto é daquelas coisas que se percebe sem manual mas já agora...

 
rui duarte
06:56
quarta-feira
05 set 2012

por onde andaste? (à deriva)
«Foi descoberta na costa do Reino Unido a garrafa com a mensagem mais velha do mundo, que se pensa ter estado à deriva durante 97 anos e 309 dias. Segundo a revista “Time”, a garrafa ficou presa nas redes de pesca do barco “Copious”, comandado por um escocês, Andrew Leaper.


A mensagem foi lançada a junho de 1914 e fazia parte de um estudo científico para estudar as correntes marítimas à volta da Escócia. Das mais de 1800 garrafas lançadas ao mar na altura, apenas 315 foram encontradas.
A garrafa, encontrada a apenas 17 quilómetros do local de lançamento, continha um postal que pedia a quem o encontrasse para registar a localização, enviando-o por correio para a Escola de Navegação de Glasgow.
A tarefa dava direito a uma recompensa de “six pence”, que valeria cerca de um euro hoje em dia.
A garrafa, que entra agora no livro do Guiness, bate o recorde anterior por cinco anos. Curiosamente, foi o mesmo navio, o “Copious”, que encontrou a garrafa anterior, que também fazia parte do estudo científico»

(retirado tal como está do jornal de notícias)

é uma coisa que quis fazer mas nunca aconteceu. e imagino que uma garrafa atirada por mim ia percorrer algumas centenas de metros até ser encontrada ou partida (seria uma garrafa de coca-cola com uma rolha de cortiça, foi assim que a sempre imaginei)

tem uma certa beleza poética, andar à deriva não se sabe por onde ou durante quanto tempo até ser encontrada não se sabe por quem.

nota marítima:
diz que uma garrafa está em segurança no mar, as ondas tomam conta dela e é possível ficar estacionária no mesmo ponto durante longos períodos de tempo se não houver correntes a atrapalhar. dar à costa é que é capaz de complicar um bocado a integridade da garrafa mas mesmo assim é normal que não haja problemas.

nota de madrugada:
não sei quais são os vizinhos mas é impressionante que nestas redondezas há sempre alguém a mexer em garrafas de manhã cedo (deve ser com o barulho de vidros a bater que o galo acorda, bem antes do sol nascer). tenho algumas teorias mas nenhuma é simpática.

 
rui duarte
05:47
quarta-feira
05 set 2012

trocado!
não há maneira de endireitar este sono? ontem não dormi todo o dia, estava quase a cair e adormeci assim que aterrei na cama mas apenas consegui o recorde de 4 horas consecutivas de sono nocturno.


vou tentar mais um dia em privação de sono (porque supostamente estamos programados para dormir de noite)

 
rui duarte
19:51
sábado
01 set 2012

claras e gemas
é por isto que eu gosto dos asiáticos, têm engenho e imaginação:



nota desportiva, só naquela:
o união da madeira perdeu por dois a zero contra a equipa B da corja benfiquista.

 
rui duarte
19:34
sexta-feira
31 ago 2012

sonhos


interessante. então é por isto que existem sonâmbulos...

 
rui duarte
09:31
sexta-feira
31 ago 2012

os gatos não têm asas
falando em sporting (que ontem ganhou um joguinho contra uma equipa de coxos do norte da europa e garantiu a presença nas competições europeias) lembrei-me de gatos e de um facto aparentemente bizarro:

diz que é mais provável que um gato sobreviva a uma queda do 10º ou 12º andar do que do 2º ou 3º.


os gatos não contrariam as leis da física, antes pelo contrário, aproveitam-se delas mas têm que ter a noção de como o fazer, é importante saber para que lado fica o chão.
eles conseguem manter a calma, dão voltas à cauda para se virarem para o chão e abrem as patinhas ao máximo numa posição que é chamada "guarda-chuva" para criar resistência ao ar.
quanto mais alta for a queda, mais tempo têm para se endireitar e para "desacelerar" e depois amortecem o impacto com as patinhas, simples não é?

nota felina:
por acaso existem "gatos com asas" mas diz que é pêlo que vai crescendo e emaranhando (e abana para cima e para baixo quando o bicho corre, por isso parecem asas) ou então uma mutação que os humanos também podem ter, pele muito solta que fica ali a pender. não são asas, apenas parecem e por isso mais vale escrever que "os gatos não voam"

 
rui duarte
21:52
quarta-feira
29 ago 2012

é permitido palitar os dentes?
uma coisa é usar, em sede própria, o fio dental que, pelos vistos faz muito bem (a mim faz-me impressão usar)!Ooutra é usar um pequeno tronco de árvore para retirar coisas, que outrora foram comida, do meio dos dentes.

pode considerar-se ser um mal necessário eu digo que é falta de chá! é como dar puns, tal acto remete-se para o foro privado ou então disfarça-se muito bem, ainda que por vezes os primeiros possam ocorrer inconscientemente não acontecendo o mesmo com o palitar da dentadura.



conselhos para a vida:

nunca partilhar palitos e muito menos puns, a não ser que cheirem a rosas como os meus.

ter um palito na boca não dá estilo: podes engolir o dito cujo e furar os intestinos ou então caíres e espetar o céu da boca.

não uses nem tenhas escondido na dispensa palitos roliços de madeira chamados Gina, pode ser mal interpretado.

 
palmira maria
13:24
quarta-feira
29 ago 2012

o cão babysitter


isto surpreende muita gente: antigamente os pitbulls eram utilizados como cães de companhia por serem bastante amigos e muito protectores. ricos e pobres arranjavam um cãozinho destes para tomar conta dos seus filhos e daí a alcunha (perdida há muito tempo) de "nanny dog"

a comunicação social fez deles agressivos e temperamentais, o cão de ataque que mata outros cães e faz mal a velhos, adultos e crianças mas omitiu um simples facto: estes cães são naturalmente carinhosos, doces e sensíveis (eu não estou a gozar...)

existem testes temperamentais que determinam o "grau de tolerância" dos cães levando-os ao extremo para ver até onde aguentam e acontece que os pitbulls ficam no segundo lugar dos mais calmos e pacientes.

nota canina:
o cão mais pacífico é o golden retriever, o cão de família perfeito (e gostava de ver em que lugar ficaram os horríveis caniches...)

 
rui duarte
09:05
quarta-feira
29 ago 2012

preciso!


"Na década de 1980 o café era, depois do petróleo, a mercadoria mais negociada em todo o mundo por valor monetário. É produzido a partir dos grãos torrados do fruto do cafeeiro e é um forte estimulante devido ao seu nível de cafeína. O cheiro, o sabor e o seu efeito faz com que milhões de pessoas em todo mundo iniciem o seu dia com um bom café." (retirado algures da internet, do diário de notícias da madeira, acho eu)

estou mesmo a precisar...

 
rui duarte
16:02
sábado
25 ago 2012

microsoft
após 25 anos a empresa gigante de software vai fazer uma mudança de visual no seu logo.
já que estamos neste tema, aproveito para tirar uma dúvida:



o logo de uma empresa divide-se em logotipo (há quem escreva logótipo mas não me soa bem) e o símbolo.

podemos dizer que a marca é constituída pelo boneco e o nome, acho que as pessoas percebem.

 
rui duarte
00:10
quinta-feira
23 ago 2012

roulette (a pequena roda do diabo)

está tudo feito para o apostador perder, consegue ser quase genial! e chama-se "roda do diabo" porque os números todos somados, de zero a trinta e seis (0+1+2+...+36) dá seiscentos e sessenta e seis

(666... não deixa de ser curioso)

 
rui duarte
12:27
quarta-feira
22 ago 2012

david bowie - modern love (1983)


andava à procura de uma musiquinha para manter-me acordado e aparece-me esta música que já não ouço há anos! e gosto muito.

por qualquer razão (não relacionada) estou aqui a pensar que a malta já não ouve um álbum desde a primeira até à última faixa por esta ordem e era assim que se devia fazer porque há uma sequência lógica, uma espécie de história, não é? (eu ganhei gosto pelo disco inteiro, não "apenas as faixas 3, 5 e 10" e se calhar por isso dou valor mas nem sei se ainda se dá essa consistência aos álbuns)

enfim, a missão que tenho hoje para ti é dizeres, com base na letra desta música, o que este senhor acha do amor moderno.

 
rui duarte
14:34
sexta-feira
17 ago 2012

a manobra do alemão


o senhor heimlich nasceu em 1920 na américa (portanto não era alemão) e a sua manobra pode dar muito jeito se alguém se engasgar.~
sempre ouvi dizer que resulta, muito ao contrário das pancadas nas costas que ainda fazem pior (está a pessoa a tossir e aparece um esperto a dar com a mão nas costas para "desengasgar"...)

 
rui duarte
04:48
quarta-feira
15 ago 2012

neuróbica
trata-se da ginástica dos neurónios... e isto é a sério.

ler é sem dúvida o melhor exemplo da prática desta actividade (diz até que reforça as ligações entre os neurónios), muito melhor do que jogos de memória, quebra cabeças, palavras cruzadas e coisas assim que não são tão eficazes porque não usam os nossos cinco sentidos.
e o desafio também consiste em contrariar rotinas (ou comportamentos mecânicos) obrigando o cérebro a um esforço adicional porque estas reduzem o esforço intelectual mas têm uma consequência muito má: limitam o nosso cérebro.



além de leitura diária há outros pequenos exercício que se podem por em prática sem muito esforço:

- usar o relógio no pulso contrário ao que é habitual
- escovar os dentes com a outra mão
- andar pela casa de trás para a frente (cuidado com as figuras tristes e nódoas negras)
- vestir-se de olhos fechados
- estimular o paladar comendo coisas diferentes
- ver fotos ou tentar ler de cabeça para baixo
- ver as horas por um espelho
- arranjar percursos novos (mas cuidado com os atalhos)
- trocar o rato do computador para a outra mão
- etc, etc (em suma: "resistir" ao que se faz sem pensar)

gostei mesmo deste artigo, e mais uma coisa que eu faço e não sei porquê... mas faço (eu devo ser mesmo muito esperto, ou não)

nota pensativa:
diz quem estuda os miolos que, apesar de também envelhecer, o cérebro mantém sempre a capacidade extraordinária de crescer, evoluir e mudar o padrão das suas ligações. é o nosso órgão mais fascinante (não digo o mais importante porque é relativo e o que mais existem são provas em contrário)

 
rui duarte
 
escritas com a etiqueta "os ensinamentos que vos deixo".
 
1 2 3 4 ... 11 12 13 14 15 16
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria