escritas com a etiqueta "os ensinamentos que vos deixo".
23:30
quinta-feira
15 nov 2012

Illacme plenipes


este bichinho foi descoberto em 1928 e diz que é o animal com o maior número de patas: os machos podem ter até 562 e as fêmeas 750. imagina a sra numa sapataria!!





 
palmira maria
10:13
quinta-feira
15 nov 2012

"lobinho ou morcego?" e o cúmulo
indo logo ao assunto, o cúmulo da estupidez é ridicularizar uma coisa ridícula ao ponto do ridículo porque a coisa não é assim tão ridícula.



agora que vai estrear o último filme do twilight, começa a circular novamente a pergunta: gostas mais dos vampiros ou dos lobisomens? (do original "are you team edward or team jacob?", porque isto já vem de fora)



tenho a dizer que vi todos os filmes da saga até agora e posso afirmar que não é a pior coisa que as miúdas poderiam gostar e foi feito de maneira que gostam todas ao mesmo tempo.

já teve piada dizer que o argumento é muito mau, que os actores são péssimos e que quem vê o filme é uma pita, os pais da pita ou um atrasado mental.
estou farto de tretas e de gente da treta e esta foi a maneira que arranjei de referir um dia de manifestações como ontem mas o que vale é que hoje vai haver um temporal e, pelo menos à minha volta, não se vai falar de muitos outros assuntos.

nota televisiva:
há pessoas que gostam de ver novelas? óptimo, agora não digam mal da casa dos segredos (ou melhor, da novela da vida real) e, ainda melhor, não vejam a casa dos segredos, basta mudar para um dos outros três canais nacionais (ou serão dois?)

nota inventada:
as únicas invenções brasileiras foram uma bandeira verde e amarela numa chinela, o escorredor de arroz e a fórmula de revelação fotográfica da kodak mas já ouvi dizerem que inventaram o avião, o cavaquinho e o corridinho

nota ortográfica:
gosto da palavra cúmulo porque começa em "cú" (já agora, podem meter lá os livros técnicos em português do brasil?)

 
rui duarte
18:49
quarta-feira
14 nov 2012

a regra dos três segundos
há muitas regras dos três segundos mas esta aplica-se à comida caída no chão que diz que se pode comer se for apanhada dentro de 3 segundos porque não teve tempo de apanhar porcarias. mas não é bem assim, eu gosto mais da regra do olho (se a comida não ficar com matos então pode-se comer... e eu chamo-lhe a "regra do olho")


de qualquer maneira houve uma universidade qualquer que decidiu gastar dinheiro num estudo relacionado e chegou mais ou menos à minha conclusão:

deixaram três amostras de cada tipo de alimento durante 5, 10 e 15 segundos no chão infectado com uma bactéria conhecida e esperaram para ver em que casos havia desenvolvimento da bactéria.
a conclusão é que alimentos sintéticos são os mais seguros e também aqueles com muito teor de sal ou açúcar mas... aconselham a apenas seguir a regra em ambientes conhecidos e nunca em espaços públicos. acho que não se acrescentou nada de novo mas este mundo é assim.

nota:
os americanos são mais tolerantes e elevam esta regra aos 5 segundos, o chão na américa deve ser mais limpinho.

 
rui duarte
21:53
domingo
11 nov 2012

flor de lis (escutismo e pior...)
eu já sabia a história da flor de lótus que confundo com o lírio (flor de lis). já agora deixo aqui esta (retirado da internet)


"Flor-de-lis é a representação de um lírio utilizado antigamente nos brasões e escudos da realeza francesa, associada em especial ao rei Luis VIII, quem a utilizou primeiramente em um sinete.
A flor-de-lis é símbolo de poder, soberania, honra e lealdade, assim como de pureza de corpo e alma. É um símbolo usado no escotismo, na maçonaria, na alquimia e em algumas religiões.
A palavra "lis" é de origem francesa e significa lírio ou íris. Em Heráldica (ciência dos brasões) representa uma das quatro figuras mais populares, juntamente com a águia, a cruz e o leão.
A flor-de-lis é o símbolo do movimento escoteiro, escolhida pelo fundador do movimento, Robert Baden-Powell. No escotismo, as três pétalas representam os três pilares da promessa escoteira e o Norte apontado por uma das pétalas, orienta a direção a ser tomada pelo jovem, sempre para cima.
Alguns estudiosos afirmam que a flor-de-lis teve sua origem na flor-de-lótus do Egito, outros defendem que foi inspirada na alabarda - um ferro de três pontas usado pelos soldados e que também se colocava fincado nos fossos ou covas para espetar quem ali caísse. Outra possível origem é a de que seja uma cópia do desenho estampado em antigas moedas assírias e muçulmanas.
É uma figura muito procurada para ser usada em tatuagens corporais por todo o simbolismo associado."

está provado, a flor de lis é uma cena gay.

 
rui duarte
21:37
domingo
11 nov 2012

bob dylan


o cantor foi o autor desta frase que parece bem mas não passa de mais uma frase propagada na internet (e não só) tal como as frases do einstein que só servem para fazer pensar que o homem foi realmente inteligente.

achei piada porque gosto de apanhar chuva mas detesto andar com as meias molhadas.

 
rui duarte
20:16
domingo
11 nov 2012



a Paula ensinou-me uma coisa ontem. eu não sabia o que era flor de lotus e ela explicou-me que a flor de lotus cresce e sobrevive na porcaria e por isso há muitas pessoas a tatuá-la como símbolo de purificação. e esta hein?!...

 
palmira maria
15:16
domingo
04 nov 2012

massagem nos pés


diz que os pés têm muitos pontos vitais e as massagens são milagrosas. há quem vá mais longe ao dizer que se pode "tocar" qualquer parte do corpo através dos pés mas é capaz de ser um pouco complicado.

de qualquer maneira eu sempre pensei que faz bem andar descalço.

 
rui duarte
11:23
sábado
20 out 2012

stevie wonder é deus!


afinal deus é preto mas quanto ao menino jesus é que já não sei. foi durante uma incursão no fabuloso reino da inteligência artificial que encontrei uma referência aos silogismos de aristóteles e à desvirtuação de tudo:

deus é amor,
o amor é cego,
o stevie wonder é cego,
logo...

estas coisas são no mínimo interessantes apesar de ilustrativas e sem sentido prático. mas... como diriam as últimas gerações de idiotas:

;)

 
rui duarte
19:54
quinta-feira
11 out 2012

como ser um super-herói?...


(esta é a fórmula)

 
rui duarte
08:35
quinta-feira
11 out 2012



 
rui duarte
08:12
terça-feira
09 out 2012

a cadeira sábia
ontem estava a passear pela rua e reparei numa cadeira velha, só com três pernas, no lixo. Se fosse nova teria mais ou menos este aspecto:


então tive um sonho muito estranho... sinal que o meu subconsciente funciona bem:

conheci uma cadeira que era capaz de responder a qualquer pergunta que lhe fosse feita (pormenor importante: dava sempre a resposta certa e directa!)
não sei qual o local ou as circunstâncias mas dei por mim à frente da cadeira a fazer perguntas muito estranhas: beber leite faz bem à saúde? quem escreveu o principezinho? onde está o escritor agora? de que é que morreu o ronald reagan? etc...

a resposta mais estranha e a única que teve rodeios foi dada ao famoso cliché "qual o sentido da vida?"

respondeu com uma pergunta, "quais os teus desejos?", e eu perguntei se era uma cadeira ou o génio da lâmpada e ainda falamos sobre a paz no mundo e outras conversas da treta. a história ficou mais ou menos por ali sem evoluir para "outra coisa qualquer".

senti qualquer coisa espiritual e achei imensa piada pela sabedoria estar representada por uma cadeira só com três pernas deitada ao lixo que eu mal reparei e não olhei segunda vez.

nota, para não me esquecer:
é mais ou menos urgente eu arranjar algum dispositivo que tire fotos porque tenho perdido muitos "pormenores de valor"

 
rui duarte
10:41
sexta-feira
05 out 2012

píjiǔ
é assim que se escreve cerveja em "chinês" mas a leitura é qualquer coisa muito estranha (parecido a "pxixiaó". se queres ouvir, carrega nesta frase e depois no "botão do som" para a senhora ler em voz alta)



enfim, lembrei-me disto e ficou a apetecer-me cerveja... e para que saibas é a terceira bebida mais popular do mundo, depois da água e do chá.

 
rui duarte
18:56
segunda-feira
01 out 2012

"o ponto negro" (e a página em branco)
"um dia, um professor chegou à sala e disse aos alunos para se prepararem para um teste surpresa.
Todos sentaram-se, e aguardaram assustados o teste. O professor foi entregando, então, a folha do teste com a parte do texto virada para baixo, como era costume.
Depois de todos receberem, pediu que virassem a folha e para surpresa de todos, não havia uma única pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha.
O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte:
- Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão a ver.



Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa e, terminado o tempo, o professor recolheu as folhas, colocou-se em frente à turma e começou a ler as redacções em voz alta.
Todas, sem excepção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações pela sua presença no centro da folha.
Terminada a leitura, a sala em silêncio, o professor então explicou:

- Este teste não conta para nota, apenas serve de lição para todos nós. Ninguém na sala falou sobre a folha em branco. Todos centraram a sua atenção no ponto negro.

Assim acontece nas nossas vidas.
Temos uma folha em branco inteira para observar e aproveitar, mas centramo-nos sempre nos pontos negros. A vida é um presente da natureza dado a cada um de nós, com extremo carinho e cuidado.
Temos motivos para comemorar sempre!
A natureza que se renova, os amigos que estão presentes, o emprego que nos dá o sustento, os milagres que diariamente presenciamos. No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro!
O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, um amigo que nos decepcionou.
Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam a nossa mente."

(vi no facebook, achei uma certa piada nesta filosofia barata, e cumpri a árdua tarefa de traduzir de um português que não é de portugal)

 
rui duarte
06:40
segunda-feira
01 out 2012

madrugada

(isto não é ironia) sabe muito bem acordar cedo, parece que o dia fica mais comprido.

 
rui duarte
13:24
domingo
30 set 2012

ovos com pimentão
esta é uma daquelas (boas) ideias de cozinha que há-de resultar comigo porque eu gosto muito de ovos (fritos) e de pimentão (que fica com um sabor ainda melhor quando é cozinhado)



é daqueles processos simples com um resultado final bonito que me deixa um bocadinho chateado porque não me ocorreu mais cedo.

 
rui duarte
03:03
sexta-feira
28 set 2012

o cheiro do arroz queimado
eu não sei cozinhar mas é uma função que gosto de desempenhar e se o fizer apenas para o meu estómago não me importo que fique intragável porque vou comer de qualquer maneira e para a próxima já sei o que melhorar. por outro lado, se ficar muito bom acaba o desafio... o que também não é nada mal pensado porque ganho mais um "prato do costume"

é aqui que entra o meu trauma com arroz, o verdadeiro acompanhamento rico em hidratos de carbono (que eu prefiro em vez de massa ou de batata frita ou cozida).



detesto fazer para outras pessoas porque pode não ficar bom mas essa preocupação não existe se for apenas para mim e talvez por isso nessa condição fica sempre bem e faço quase questão de o deixar queimar (sempre por acidente) porque fica soltinho e adoro o cheiro, o gosto e a consistência do arroz queimado.

nota salutar:
diz que não se deve queimar alimento nenhum porque é menos saudável e, já que falo nisto...



eu também adoro pão queimado! (é por isso que se chamam "torradas")

 
rui duarte
10:15
quinta-feira
20 set 2012

várias lições com a senhora ruth flowers
já tinha falado na velha (provavelmente no blug) mas lembrei-me outra vez dela:



ora bem... "o que estarás a fazer com 69 anos?" é a frase de engate desta senhora que, desde 2006, ganha a vida a meter música para os putos com mau gosto musical (ou pouco poder de raciocínio) e tiramos daqui algumas coisas...

fui confirmar na wikipédia por um facto que passa despercebido a quem pensa que só tem que se mexer nos botões e dar batida para passar música: é preciso ter algum conhecimento e sensibilidade musical para fazer a coisa como deve de ser! e, claro... também é preciso estar actualizado e ter o gosto apropriado (seja esse gosto bom ou mau)

"Ruth Flowers grew up in a very musically-oriented family. Her father was a tenor, her brothers were either pianist/ violinist/countertenor, bassist, guitarist, and her sister pianist/organist. Flowers´ first musical experience was singing."

outro facto é que ao longo do tempo desenvolve-se a capacidade de não se ligar ao que os outros dizem (porque de qualquer maneira estão a pensar o oposto, bom ou mau) e acho que foi a altura certa desta senhora perder a vergonha (no bom sentido e em português de portugal)

ainda há dias cruzei-me com dois velhotes da mesma idade (que eu conheço de cá da vizinhança de cú-de-judas-city) um deles já tinha pasta suficiente e reformou-se e o outro ainda ganha para a cervejinha e sempre que pode anda por aí bêbedo. a conclusão é que o reformado parece ter mais 20 anos que o outro (porque, como diz o ditado: "parar é morrer")

a restante lição que se tira da velha DJ é que alguém teve uma ideia brilhante (e acho que é tudo)

nota do século passado:
esta senhora casou e mudou-se para portugal onde viveu durante 10 anos até à morte do seu marido. depois "embarcou" para as suas origens na alemanha.

 
rui duarte
 
escritas com a etiqueta "os ensinamentos que vos deixo".
 
1 2 3 4 ... 11 12 13 14 15 16
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria