escritas com a etiqueta "arte".
20:30
sexta-feira
27 jul 2012

a tânia disse que quando estou serena pareço uma pintura do gauguin.


 
palmira maria
 
16:57
segunda-feira
09 jul 2012

(ainda) o principezinho


há a tradução em quase todas as línguas e também a versão... em braile (resta saber em que língua/s). muito bonito.

 
rui duarte
 
16:43
segunda-feira
09 jul 2012

eric drooker
descobri este senhor porque a minha irmã publicou uma imagem no seu perfil de uma conhecida rede social, era a seguinte com a legenda: "uma discussão prolongada significa que ambas as partes estão erradas" (voltaire)



por mim estava o dia inteiro a pesquisar por ilustrações deste senhor, gosto muito e já (re)conhecia a maior parte mas não pensei que fossem todas da mesma mão:









tem piada que a próxima foi capa de um álbum de música, dos meus preferidos, "king for a day, fool for a lifetime" de faith no more:



(também fez uma capa de rage against the machine, que eu nunca tinha visto na vida) e esta é a prova de como se desenha chuva através dos guarda-chuvas:



para finalizar, a ilustração do bebé mau:



"Eric Drooker (b. 1958, New York) is an American painter, graphic novelist, and frequent cover artist for The New Yorker." (wikipédia)

 
rui duarte
00:19
domingo
08 jul 2012

olha eu


o prometido é devido. a imagem é suposto ser eu a passear e a pensar em ti :) não é muito criativo mas o conta é a intenção, não é?

 
palmira maria
18:51
sexta-feira
06 jul 2012

raul lauri - "decafe"

este designer espanhol surpreendeu meio mundo com a sua colecção feita com borras de café. achei engraçado

 
rui duarte
06:03
quarta-feira
04 jul 2012

“Peinture (Etoile Bleue)”

este quadro pintado em 1927 pelo espanhol Joan Miro foi recentemente vendido por 37 milhões de dólares e... não consigo articular mais palavras (apenas que as minhas sobrinhas desenham melhor!)

 
rui duarte
 
17:49
terça-feira
03 jul 2012

le baiser


 
rui duarte
 
14:03
sábado
23 jun 2012

uma adivinha!


ouvi um rumor que são o povo mais desagradável do planeta e apesar disso o seu país é o mais visitado pelos turistas.
diz que se não falarmos a língua deles ficam surdos e burros, nem linguagem gestual percebem mas é comportamento natural dos povos orgulhosos que já tiveram um ditador... mas espera, o português não é assim!
uma refeição com meia batata, um naquinho de carne, qualquer coisa verde e uma cuspidela de vinho num copo grande custa os olhos da cara.
e para terminar, eles são feios como uma noite de trovões e elas não se lavam por baixo e mesmo assim alimentam a fama de galanteadores e grandes amantes (mas não... o tamanho da baguete não é proporcional ao nariz)

a que povo me refiro?...

pista:
se há coisas que passo bem sem fazer é tirar uma foto a uma torre de ferro ou então esperar eternidades numa fila para ver um desenho em formato A4 de uma mulher feia com ar de quem se peidou e não fez barulho

nota vagarosa e psicótica:
ia-me esquecendo de falar sobre os filmes deles... os planos parados para reflectir em coisas com pouco nexo curam as insónias com um sono agitado (e ainda se diz mal do cinema português, que também é de má qualidade e diversidade mas não tem "aquele status" que os rabilós e as miúdas com óculos de massa preta e meias às cores gostam)

a fama é tramada (mas a malta vai sempre lá bater)

 
rui duarte
15:03
segunda-feira
21 mai 2012

"tangram"


o objectivo do jogo é formar desenhos com os sete "tans"

nota criativa:
queres um desafio?...

 
rui duarte
19:30
quinta-feira
17 mai 2012

a bicha saiu do armário
adivinha quem anda a espalhar que é gay??? (que orgulho!)

pena que toda a gente já sabia que o cláudio ramos é panasca e diz que o namorado dele também (de certeza?), chama-se pedro crispim


garantem que ainda não se vão casar mas agora que a notícia já se espalhou pelo lixo cor de rosa que se pode folhear nos salões de beleza, as duas cadelas já não estão em negação e já podem andar de mão dada em todos os eventos culturais, com a perna cruzada e a roer a ponta da armação dos óculos de massa preta.

nota de estética:
diz que não se deve dizer "cabeleireiro" porque afugenta as clientes fêmeas e as bichas desconfiadas não tiram lá os pelos.
a única excepção é o "cabeleireiro bellamy" porque tem dois "éles" e a senhora mais antiga fez o curso em frança

nota de imprensa:
esta notícia só chega daqui a alguns meses às salas de espera do dentista

 
rui duarte
10:47
terça-feira
17 abr 2012

le baiser (mais uma escultura do francês)


(rodin)

 
rui duarte
 
16:06
quarta-feira
11 abr 2012

dezassete
o senhor alfredo (mais conhecido por hitchcock) é um dos meus heróis, um realizador de quem toda a gente fala mesmo que não tenha visto um único filme.


há muitos anos vi quase todos (ou todos) os episódios da série feita por ele e poucos devem ser os seus filmes que ainda não vi... mas hoje descobri mais um: the number seventeen

em resumo: um bando de ladrões de jóias reúne-se numa casa depois de um roubo.

pelas minhas contas o filme tem 80 anos, já não deve ter direitos de autor e ainda vale a pena ver, encontrei no youtube:



nota histórica:
não gostei tanto da reedição do "hitchcock apresenta" feita nos anos oitenta (mas não é nada de deitar fora)

nota que realmente interessa:
faltam dezassete dias.

 
rui duarte
23:17
terça-feira
10 abr 2012

ainda o andy warhol



não fazia ideia da variedade de sopas (isto é arte?...)

 
rui duarte
01:12
domingo
18 mar 2012

o cubo do senhor bedlam
trata-se de um brinquedo/quebra-cabeças retro, uma invenção "made in britain" que já ouvi chamarem de "cubo tetris" mas deve ser um clone, o nome correcto e original é "bedlam cube"


o objectivo é construir um quadrado com estas 13 peças e não é nada fácil apesar de haverem 19186 soluções.

se eu fosse mais habilidoso e com as ferramentas adequadas gostava de fazer isto em madeira:


(quem sabe, um dia...)

nota só para se ter noção:
o recorde mundial da resolução deste puzzle está em 7,7 segundos e, se não estou enganado, o recorde do rubo do rubik está nos quatro segundos e qualquer coisa.

 
rui duarte
14:30
sábado
17 mar 2012



 
rui duarte
22:01
terça-feira
06 mar 2012

xadrez


não ficou tão bom mas está parecido.

nota artística:
é o conceito minimalista de lanier graham, curador do museu de arte moderna, em 1966

 
rui duarte
 
11:03
sexta-feira
02 mar 2012

a queda e o regresso do batman
o bruce wayne nunca morreu, apenas ficou incapacitado durante uns tempos, sentado numa cadeira de rodas. quem lhe deu cabo da espinha foi um génio chamado bane que sempre que precisava andar à porrada injectava-se com adrenalinas e esteróides e aquelas coisas que dão força (logo de manhã comia sopas de cavalo cansado)


nessa altura quem tomou o lugar do morcego foi o seu aprendiz Jean-Paul Valley mas é aqui que me perco um bocado... este seria o robin naquela altura? nunca cheguei a perceber.

uma ideia mais ou menos errada que se tem é que o batman actua sempre com o "rapaz maravilha" e não é bem assim, o nosso herói gosta de andar sozinho e pode-se dizer que o seu side-kick apenas surgiu para incentivar a malta nova à banda-desenhada (para os putos terem com quem se identificar nas histórias do batman)
vai fazendo as suas aparições na "dupla-dinâmica" e tem lugar cativo na bat-caverna mas o batman é "só" o batman (por curiosidade, o robin já teve tanta popularidade que tiveram que fazer uma banda desenhada só para ele)


mas voltando ao batman, o batman-provisório ensinado pelo próprio batman, deu cabo do bane em pouco tempo (penso que até o matou! o que normalmente não costuma acontecer porque o herói é sempre bonzinho) e começou a ficar violento e cada vez mais louco e paranóico... essa transformação foi imposta também no fato daquele batman que contrastou com o original na luta final.
foi nesta parte que o batman foi à bruxa (literalmente...) e conseguiu andar novamente e deu um pontapé no rabinho do seu discípulo que já era tão ou ainda mais forte que o seu professor.
depois tornou-se um herói com a sua própria banda desenhada: azrael

nota angelical:
azrael tem qualquer coisa a ver com o islão e é o nome de uma espécie de anjo ou guardião de qualquer coisa

nota culinária:
sopa de cavalo cansado leva vinho, pão e mel (segundo ouvi dizer, eheh)

nota desenhada:
esta história aconteceu em 1993, dividida em três volumes intitulados "knightfall", "knightquest" e "knightsend" (escrito assim tudo junto). eu ainda tenho alguns livrinhos destes e a ideia que fica é que tudo gira à volta do futuro azrael (que também se tornou bastante popular naquela altura)

 
rui duarte
 
escritas com a etiqueta "arte".
 
1 2 3 4 5
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria