escritas com a etiqueta "zen".
15:53
segunda-feira
14 nov 2011



o famoso "pé esmagador" que aparecia na série "malucos do circo" foi retirado deste quadro de agnolo bronzino: "vénus, cupido, loucura e o tempo, uma alegoria da luxúria"

nota:
trata-se do pézinho do cupido, no canto inferior esquerdo.

 
rui duarte
11:45
segunda-feira
14 nov 2011

"com todo o respeito"


já tenho o último álbum do jorge palma que inclui a "página em branco" (e vou ouvir em breve)

 
rui duarte
23:29
domingo
13 nov 2011

antúrios


são bonitos e elegantes, talvez por isso sejam associados aos larilas :P

 
palmira maria
 
23:27
domingo
13 nov 2011

antúrios


não são as mais bonitas mas têm muita piada

 
rui duarte
21:21
domingo
13 nov 2011



 
rui duarte
20:29
domingo
13 nov 2011

lady ga-ga
tenho-me esquecido de escrever sobre esta senhora!



(o eminem ainda é vivo!...)

nos últimos tempos tem havido rumores que, ela própria, falou no facto de ter nascido com os dois sexos mas eu não acredito em boatos e, como diria um recente nomeado para os prémios darwin, o angélico: "para mim tanto me faz..."

falando em prémios, ganhou quase tudo na última edição do "mtv music awards" ("music television music awards" é um bocadinho repetitivo), justo na minha opinião e à luz da concorrência, e o prémio de melhor artista masculino foi para o justin bieber (o que traz um travinho de ironia...)

porque se chama lady ga-ga?...
porque gagueja quando canta: "po-po-poker face, po-poker face!"

não me enche as medidas musicais e pode não parecer mas eu gosto dela

 
rui duarte
18:55
domingo
13 nov 2011

e por falar em fadas
o primeiro livro que li integralmente e ainda na primeira ou segunda classe, foi a fada oriana de Sophia de Mello Breyner Andersen, escrito em 1958. A única memória que tenho do livro é que a fada que tinha muitas responsabilidades na floresta deixou-se enfeitiçar pelo seu reflexo num espelho e perdeu-se com a sua vaidade, esquecendo tudo o resto...não me recordo como acaba, mas vou tentar lembrar me que o quero voltar a ler :)

fica aqui um excerto:

"Há duas espécies de fadas: as fadas boas e as fadas más. As fadas boas fazem coisas boas e as fadas más fazem coisas más. As fadas boas regam as flores com orvalho, acendem o lume dos velhos, seguram pelo bibe as crianças que vão cair ao rio, encantam os jardins, dançam no ar, inventam sonhos e, à noite, põem moedas de oiro dentro dos sapatos dos pobres. As fadas más fazem secar as fontes, apagam a fogueira dos
pastores, rasgam a roupa que está ao sol a secar, desencantam os jardins, arreliam as crianças, atormentam os animais e roubam o dinheiro dos pobres. Quando uma fada boa vê uma árvore morta, com os ramos secos e sem folhas, toca-lhe com a sua varinha de condão e no mesmo instante a árvore cobre-se de folhas, de flores, de frutos e de pássaros a cantar. Quando uma fada má vê uma árvore cheia de folhas, de flores, de frutos e de pássaros a cantar, toca-lhe com a sua varinha mágica do mau fado, e no mesmo instante um vento gelado arranca as folhas, os frutos apodrecem, as flores murcham e os pássaros caem mortos no chão."



 
palmira maria
23:22
sábado
12 nov 2011

bons sonhos


 
palmira maria
 
23:18
sábado
12 nov 2011

boa noite


 
rui duarte
 
22:21
sábado
12 nov 2011



 
rui duarte
 
17:42
sábado
12 nov 2011



 
rui duarte
 
15:52
sábado
12 nov 2011

o bule de chá de russell (será que voa?...)
"eventualmente chamado de Bule Celestial, é uma analogia criada pelo filósofo Bertrand Russell (1872–1970) que tem por finalidade mostrar que a dificuldade de desmentir uma hipótese não torna esta verdadeira, e que não compete a quem duvida desmenti-la, mas quem acredita nela é que deve provar sua veracidade"



"Num artigo chamado "Existe um Deus?", Russell escreveu:

Muitos indivíduos ortodoxos dão a entender que é papel dos céticos refutar os dogmas apresentados – em vez dos dogmáticos terem de prová-los. Essa ideia, obviamente, é um erro. De minha parte, poderia sugerir que entre a Terra e Marte há um pote de chá de porcelana girando em torno do Sol em uma órbita elíptica, e ninguém seria capaz de refutar minha asserção, tendo em vista que teria o cuidado de acrescentar que o pote de chá é pequeno demais para ser observado mesmo pelos nossos telescópios mais poderosos. Mas se afirmasse que, devido à minha asserção não poder ser refutada, seria uma presunção intolerável da razão humana duvidar dela, com razão pensariam que estou falando uma tolice. Entretanto, se a existência de tal pote de chá fosse afirmada em livros antigos, ensinada como a verdade sagrada todo domingo e instilada nas mentes das crianças na escola, a hesitação de crer em sua existência seria sinal de excentricidade e levaria o cético às atenções de um psiquiatra, numa época esclarecida, ou às atenções de um inquisidor, numa época passada."

notas:
este texto foi retirado na íntegra da wikipédia, veio a propósito do "monstro de esparguete voador" (diz que o nosso monstrinho das almôndegas é o bule celestial contemporâneo) e foi extremamente agradável não ter que ler e muito menos traduzir do brasileiro

 
rui duarte
13:52
sábado
12 nov 2011

bazinga! (sheldon cooper, phd)


a teoria do big bang às vezes tem piada

 
rui duarte
11:48
sexta-feira
11 nov 2011

toblerone (isto não é publicidade! mas é bom, não é?...)
os chocolates toblerone são qualquer coisa, não são?
diz que a sua forma triangular vem a propósito das montanhas suíças mas quem teve a ideia, o senhor tobler, desmentiu porque a verdade é que se inspirou numas pirâmides que viu no final de um espectáculo de dança no folies bergères.
o nome toblerone vem da junção de "tobler" com um tipo de avelãs em italiano, "torrone".
e, falando em mistura, o sabor único deste chocolate vem das avelãs e do mel (mas o que raio são os bocaditos brancos???)



em 1995 foi revelado que uma política sueca chamada mona sahlin comprou, entre outras coisas, dois chocolates toblerone com o seu cartão de crédito pago com o dinheiro dos contribuintes... isto ficou conhecido como o "caso toblerone" ("toblerone affair") e a senhora viu-se obrigada a desistir da sua candidatura para primeira ministra e só voltou à política em 1998.
foram apenas dois chocolates (ou pouco mais) e esta história é verídica...

nota:
a palavra "toblerone" pode ser lida 7 vezes nesta escrita (e isto não é publicidade... mas agora apetece-te um chocolate destes, certo?)

 
rui duarte
00:34
sexta-feira
11 nov 2011

magusto


dia de são martinho ("comem-se as castanhas e prova-se o vinho") e o senhor google lembrou-se

 
rui duarte
 
20:27
quarta-feira
09 nov 2011

o que me apetecia agora: abacate

diz que faz bem, mas não é cá com vinho do porto ou com açúcar! (por qualquer razão lembrei-me deste sabor)

 
rui duarte
18:17
terça-feira
08 nov 2011

falando em moedas:

tudo começa no "um" (ou então no zero)

 
rui duarte
 
escritas com a etiqueta "zen".
 
1 2 3 4 ... 21 22 23 24 25 26
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria