escritas com a etiqueta "inspirações".
18:04
sábado
13 out 2012

coisas que não se devem trocar


achei piada

 
rui duarte
08:35
quinta-feira
11 out 2012



 
rui duarte
18:56
segunda-feira
01 out 2012

"o ponto negro" (e a página em branco)
"um dia, um professor chegou à sala e disse aos alunos para se prepararem para um teste surpresa.
Todos sentaram-se, e aguardaram assustados o teste. O professor foi entregando, então, a folha do teste com a parte do texto virada para baixo, como era costume.
Depois de todos receberem, pediu que virassem a folha e para surpresa de todos, não havia uma única pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha.
O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte:
- Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão a ver.



Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa e, terminado o tempo, o professor recolheu as folhas, colocou-se em frente à turma e começou a ler as redacções em voz alta.
Todas, sem excepção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações pela sua presença no centro da folha.
Terminada a leitura, a sala em silêncio, o professor então explicou:

- Este teste não conta para nota, apenas serve de lição para todos nós. Ninguém na sala falou sobre a folha em branco. Todos centraram a sua atenção no ponto negro.

Assim acontece nas nossas vidas.
Temos uma folha em branco inteira para observar e aproveitar, mas centramo-nos sempre nos pontos negros. A vida é um presente da natureza dado a cada um de nós, com extremo carinho e cuidado.
Temos motivos para comemorar sempre!
A natureza que se renova, os amigos que estão presentes, o emprego que nos dá o sustento, os milagres que diariamente presenciamos. No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro!
O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, um amigo que nos decepcionou.
Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam a nossa mente."

(vi no facebook, achei uma certa piada nesta filosofia barata, e cumpri a árdua tarefa de traduzir de um português que não é de portugal)

 
rui duarte
13:24
domingo
30 set 2012

ovos com pimentão
esta é uma daquelas (boas) ideias de cozinha que há-de resultar comigo porque eu gosto muito de ovos (fritos) e de pimentão (que fica com um sabor ainda melhor quando é cozinhado)



é daqueles processos simples com um resultado final bonito que me deixa um bocadinho chateado porque não me ocorreu mais cedo.

 
rui duarte
03:06
sexta-feira
28 set 2012

esqueci-me de celebrar o outono

é uma boa notícia para mim porque se trata do início do fim do calor (fiz-me entender?)

 
rui duarte
22:03
segunda-feira
24 set 2012

starbucks
lembrei-me deste desafio e achei piada mas não tenho certeza se será engraçado na prática (não se perde nada em experimentar... pela adrenalina da experiência!)


não é muito honesto mas teremos que ir a um starbucks e usar um primeiro nome falso, escolhido pelo outro! quanto mais original, exótico e mais sílabas tiver, melhor. e se perguntarem o sobrenome (acho que não costumam) terá que ser inventado também.

como exemplo, imagina o senhor do balcão a chamar para os cafés do casal roberto e guadalupe presley (o sobrenome do "rei")

a ideia veio de uma frase que apanhei numa série: "uso sempre nomes falsos no starbucks... porque nunca se sabe"

 
rui duarte
09:20
sábado
22 set 2012

amiguinhos
ao que parece esta pata (ou gansa, não sei) chamada maria apaixonou-se pelo senhor e ficaram inseparáveis. o bicho não deixa que mais nenhum bicho se aproxime e gostava de ficar sempre com o seu amigo humano (até voa ao lado da mota do senhor ao tentar acompanhá-lo até casa mas nunca conseguiu).

a história tem muita piada:



mas já conheço a continuação desta história e posso dizer que deu um bocado para o torto, o animal começou a ficar cada vez mais com o stress das saudades e teve que passar a cativeiro. agora tem uma jaula interior com um lago só para si e o seu amigo continua a ir visitá-lo todos os dias.

para quem pensava que esta era uma história de amor inter-espécies, a coisa saiu mal porque afinal a maria não é fémea... e assim que se descobriu passou a ser mário (e... não me parece que seja uma história com panelas)

 
rui duarte
17:50
sexta-feira
21 set 2012

de pantufas


nem de propósito, encontrei esta imagem sem procurar e fartei-me de rir. este quadro sobre o peido foi uma coincidência e ainda por cima é bonito (uma boa ideia, bem desenhada)

 
rui duarte
10:15
quinta-feira
20 set 2012

várias lições com a senhora ruth flowers
já tinha falado na velha (provavelmente no blug) mas lembrei-me outra vez dela:



ora bem... "o que estarás a fazer com 69 anos?" é a frase de engate desta senhora que, desde 2006, ganha a vida a meter música para os putos com mau gosto musical (ou pouco poder de raciocínio) e tiramos daqui algumas coisas...

fui confirmar na wikipédia por um facto que passa despercebido a quem pensa que só tem que se mexer nos botões e dar batida para passar música: é preciso ter algum conhecimento e sensibilidade musical para fazer a coisa como deve de ser! e, claro... também é preciso estar actualizado e ter o gosto apropriado (seja esse gosto bom ou mau)

"Ruth Flowers grew up in a very musically-oriented family. Her father was a tenor, her brothers were either pianist/ violinist/countertenor, bassist, guitarist, and her sister pianist/organist. Flowers´ first musical experience was singing."

outro facto é que ao longo do tempo desenvolve-se a capacidade de não se ligar ao que os outros dizem (porque de qualquer maneira estão a pensar o oposto, bom ou mau) e acho que foi a altura certa desta senhora perder a vergonha (no bom sentido e em português de portugal)

ainda há dias cruzei-me com dois velhotes da mesma idade (que eu conheço de cá da vizinhança de cú-de-judas-city) um deles já tinha pasta suficiente e reformou-se e o outro ainda ganha para a cervejinha e sempre que pode anda por aí bêbedo. a conclusão é que o reformado parece ter mais 20 anos que o outro (porque, como diz o ditado: "parar é morrer")

a restante lição que se tira da velha DJ é que alguém teve uma ideia brilhante (e acho que é tudo)

nota do século passado:
esta senhora casou e mudou-se para portugal onde viveu durante 10 anos até à morte do seu marido. depois "embarcou" para as suas origens na alemanha.

 
rui duarte
16:19
domingo
16 set 2012

protecção "invisível"


 
rui duarte
18:57
quinta-feira
06 set 2012



 
rui duarte
06:56
quarta-feira
05 set 2012

por onde andaste? (à deriva)
«Foi descoberta na costa do Reino Unido a garrafa com a mensagem mais velha do mundo, que se pensa ter estado à deriva durante 97 anos e 309 dias. Segundo a revista “Time”, a garrafa ficou presa nas redes de pesca do barco “Copious”, comandado por um escocês, Andrew Leaper.


A mensagem foi lançada a junho de 1914 e fazia parte de um estudo científico para estudar as correntes marítimas à volta da Escócia. Das mais de 1800 garrafas lançadas ao mar na altura, apenas 315 foram encontradas.
A garrafa, encontrada a apenas 17 quilómetros do local de lançamento, continha um postal que pedia a quem o encontrasse para registar a localização, enviando-o por correio para a Escola de Navegação de Glasgow.
A tarefa dava direito a uma recompensa de “six pence”, que valeria cerca de um euro hoje em dia.
A garrafa, que entra agora no livro do Guiness, bate o recorde anterior por cinco anos. Curiosamente, foi o mesmo navio, o “Copious”, que encontrou a garrafa anterior, que também fazia parte do estudo científico»

(retirado tal como está do jornal de notícias)

é uma coisa que quis fazer mas nunca aconteceu. e imagino que uma garrafa atirada por mim ia percorrer algumas centenas de metros até ser encontrada ou partida (seria uma garrafa de coca-cola com uma rolha de cortiça, foi assim que a sempre imaginei)

tem uma certa beleza poética, andar à deriva não se sabe por onde ou durante quanto tempo até ser encontrada não se sabe por quem.

nota marítima:
diz que uma garrafa está em segurança no mar, as ondas tomam conta dela e é possível ficar estacionária no mesmo ponto durante longos períodos de tempo se não houver correntes a atrapalhar. dar à costa é que é capaz de complicar um bocado a integridade da garrafa mas mesmo assim é normal que não haja problemas.

nota de madrugada:
não sei quais são os vizinhos mas é impressionante que nestas redondezas há sempre alguém a mexer em garrafas de manhã cedo (deve ser com o barulho de vidros a bater que o galo acorda, bem antes do sol nascer). tenho algumas teorias mas nenhuma é simpática.

 
rui duarte
09:04
sexta-feira
31 ago 2012

"pela noite dentro"
estava a escrever este título e lembrei-me que os filmes que passavam na RTP madeira (quando eu era criança) estavam organizados por horário que se designava "vinheta".

os filmes do início de tarde de domingo (normalmente cowboyadas com o john wayne, aventuras com o errol flynn ou musicais com o fred astaire, eram filmes antigos, muitas vezes a preto e branco), passavam na "primeira matiné". depois disso era a comédia romântica ranhosa da "sessão da tarde" (que já tinha passado há um ano no canal um do continente) mas o grande destaque semanal era o "pela noite dentro", normalmente filmes de melhor qualidade feitos há cinco anos ou mais:



(chateava-me porque era depois da minha hora de ir para a cama)

tenho estas memórias um bocado confusas (se calhar a sessão da tarde era o filme de sábado, não sei) mas ainda me lembro do atraso de vida e do facto das pessoas adorarem, porque era o que havia (toda a gente falava do mesmo "filme de ontem à noite").

e parecendo que não, foi com a abertura da SIC e da TVI no continente que começaram a passar filmes melhores (se calhar não devia escrever melhores mas sim "mais recentes"). bendita concorrência.

mas adiante... ia para escrever sobre os filmes que tenho visto nos últimos tempos durante a noite.
o primeiro é o ditador. mais do mesmo na linha do borat, hugo ou outra personagem do sasha baron cohen (um judeu cujas personagens não gostam de judeus), não foi completamente mau porque ainda me ri sem esforço uma vez ou duas.



ontem comecei a ver o último filme das minhas "sessões da meia-noite" (outra vinheta de cinema na RTP), a branca de neve e o caçador que parece ser um filme bastante bom e já se conhece a história mas estamos ali para ver como lhe pegaram (e para dizer que fomos ao cinema)



estou louco para ver o desempenho da kristen stewart! toda a gente diz que podia ser um grande filme mas ficou estragado pela interpretação do calhau que alguém se lembrou de chamar actriz. aquilo começa com o nascimento da branca de neve que vai crescendo, passa a criança, adolescente e as actrizes vão mudando até que apareceu a estrela do twilight e eu imediatamente caí no sono, aquela falta de sal foi pior que um comprimido para dormir (sim, estou a exagerar mas é a brincar)

e, finalmente, foi há duas noites que eu vi um dos melhores filmes deste ano e apeteceu-me aplaudir de pé (mas fiquei surpreendido porque apenas teve a classificação de 5.5 no internet movie database...)



é "made in england" (se calhar por isso a classificação baixa) e está no género de terror mas não tem muita coisa que meta medo, é mais pelo clima de tensão psicológica e pela história simples.
e pronto, como referência fica o melhor filme que eu vi este ano mas não deve fazer o género de filmes que tu gostas, "truth or dare"

 
rui duarte
09:39
quarta-feira
29 ago 2012

cópia


gostava de fazer coisas assim

 
rui duarte
08:49
quarta-feira
29 ago 2012



 
rui duarte
21:57
terça-feira
28 ago 2012

sonhos com legos
um menino de oito anos gostava imenso de brincar com legos (tal como eu) e escreveu para a empresa dinamarquesa a dizer que um dia gostava de trabalhar para eles. a empresa respondeu indicando-lhe o percurso necessário para um dia realizar o sonho.



passados 15 anos, a criança que entretanto cresceu ainda não tinha largado o seu objectivo e estava a concluir os estudos de design de produtos com uma tese sobre legos.

chama-se sam johnson e é designer na lego. ele tem o seu trabalho de sonho.

 
rui duarte
06:07
terça-feira
28 ago 2012

hotel infernal
"hotel hell" é o novo programa do cozinheiro mais rico do mundo, gordon ramsay



tenho a lamentar que foi graças a ti que apanhei o vício de ver os programas deste senhor mas eu gosto e ainda se aprende qualquer coisa com aquilo (quer dizer, mais ou menos...)

já me está a dar o sono mas acho que faço mais um esforço para ver o episódio que saiu hoje.

 
rui duarte
 
escritas com a etiqueta "inspirações".
 
1 2 3 4 5 6 7 8
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria