escritas com a etiqueta "música".
15:31
quinta-feira
05 jul 2012

13º funchal jazz festival


 
rui duarte
 
15:28
quinta-feira
05 jul 2012

funchal jazz festival 2012


é o décimo terceiro festival... (ultimamente a recorrência tem sido o número 13)

 
rui duarte
20:26
quarta-feira
04 jul 2012

"sweet harmony"
a banda é the beloved, ainda agora estive a insistir com o grande guru da música, ricardo jorge, que não é right said fred... mas isso não interessa.



lembro-me quando era mais novo que, quando via o video-clip, tentava repara numa maminha esquecida ou nos tim-tins do cantor. boa música.

 
rui duarte
05:50
quarta-feira
04 jul 2012

mca
encontrei esta música de uma banda chamada the black keys com o título "lonely boy". não conhecia e gostei muito mas resta dizer que é o grande sucesso destes senhores e não devem ter muitas mais coisas:



o vídeo é mesmo assim, só isto. aqui está a explicação da wikipédia:

"The promotional music video for "Lonely Boy" features actor/musician/part-time security guard Derrick T. Tuggle dancing and lip-syncing to the song in the parking lot of a motel. The video, shot in a single take, went viral and garnered more than 400,000 views on YouTube within 24 hours."

e agora... dei com esta música porque foi dedicada em concerto a um senhor que faleceu no início de maio e eu não fazia a mais pálida ideia. fiquei chocado.
é um dos meus grandes ídolos dos tempos da adolescência e ainda há dias lembrei-me dele e dos compinchas e porque aquelas almas criativas não têm produzido alguma coisa. são os beastie boys e quem morreu era o senhor adam yauch, tinha 47 anos e gostava de ser tratado por mca.



(é o da esquerda... e eu sei que tu sabes)

tinha um grande sentido de humor, era ele sob um nome falso (Nathanial Hörnblowér) que fazia os videoclips da banda e grande parte das letras. a determinada altura decidiu ser boa pessoa e defender os direitos das pessoas, pediu desculpa publicamente pelo conteúdo machista e violento no início de carreira, fez-se budista, defensor do tibete (aliás, foi ele que organizou um concerto muito famoso de apoio à libertação do tibete) e conheceu a sua mulher (tibetana) num discurso do dalai lama.

enfim, eu gostava muito dele e fez-me pena.

 
rui duarte
13:40
terça-feira
03 jul 2012

aniversário simultâneo
tem piada, um dos meus ídolos em hollywood, o tom cruise, nasceu no mesmo dia que um tal de thomas gibson que se tornou conhecido como greg na série dharma and greg e hoje em dia entra nas mentes criminosas (criminal minds)

aqui está o tom, a fazer o papel que o george clooney sempre fez: (o olhar de baixo para cima)



e o "greg" no seu melhor drama:



mudando de assunto... em 1971, num dia como hoje, morreu o vocalista dos the doors, jim morrisson:



e nesta data, em 1999, também morreu o líder de uma banda preferida de sempre, morphine, o senhor mark sandman:



enfim, uns chegam e outros vão-se embora.



e ainda faltava dizer que hoje é o dia do vinho, em portugal

 
rui duarte
13:03
terça-feira
03 jul 2012

"a vida continua (brah!)"


há pouco mais ou menos 56 anos esta música foi gravada e editada pelos beatles e eu gosto porque acho animada (mas sim, é um bocado irritante). veio a propósito do reggae que começava a pegar moda no reino unido naquela altura ("a vida continua, brah!" era o que costumava dizer um amigo nigeriano do sir paul)

o john lennon detestou a música, disse que era a música do paul para velhos e saiu amuado. só voltou uns dias mais tarde sob o efeito de marijuana, com uma versão acelerada que foi apreciada e aceite (mas esqueceu-se da letra que não é nada de especial e eu diria que é para velhos)

 
rui duarte
14:10
sexta-feira
29 jun 2012

violent femmes - gone daddy gone

esta música não é pixies e muito menos gnarls barkley, foi um dos primeiros sucessos dos violent femmes no seu álbum de estreia.

é divertido mas a letra não é grande coisa e eu nunca confirmei mas diz que roubaram um verso inteiro à música da publicação anterior do senhor muddy waters. foi por causa disto, para provar que violent femmes não é apenas "blister in the sun"

nota musical:
para ouvir esta música basta carregar com o rato em cima da imagem, vale muito a pena (faz parte da história da música)

 
rui duarte
13:58
sexta-feira
29 jun 2012

muddy waters - i just want to make love to you


esta é a versão original de 1954 escrita para mckinley morganfield (mais conhecido por "muddy waters") que eu gosto muito mais do que daquelas que se ouvem por aí nas publicidades e isso. esta é mais crua, sentida e real, sei lá. já conheço há muito tempo e continua a ser a minha preferida.

 
rui duarte
22:02
domingo
24 jun 2012

bognor regis
adivinha quem tem uma casinha simpática neste belo paraíso?


 
palmira maria
21:11
sábado
23 jun 2012

já cá cantam


 
palmira maria
11:17
quarta-feira
20 jun 2012

boogie man (tem duplo sentido)


kc & the sunshine band - i´m your boogie man

não é mistério, "kc" é o último nome do vocalista "casey" e "sunshine band" porque o homenzinho é da florida, o estado norte-americano onde nasce o sol (por assim dizer... porque o sol não nasce mas acho que não é preciso estar a falar nisso)
outra curiosidade é que o homem é branco e eu sempre pensei que o homem era preto, mas na banda são quase todos de pretos, estão ali a tocar corneta porque o vocalista canta mas não sabe dançar.

se há coisa que me anima é o boogie

 
rui duarte
10:51
domingo
17 jun 2012

tesouradas


fiquei a matutar nos motivos que levam "pessoas normais" a ver um concerto do tony carreira (pessoas normais que não são cabeleireiras de meia idade).
digo, muito honestamente, que se trata de um espectáculo bonito mas é demasiado chorado e "encantador" para cativar plateias jovens, mesmo que seja a brincar (como sucede com os ena pá 2000 ou o quim barreiros).
digamos que as músicas deste senhor estão constantemente a tocar no "salão bellamy" (onde se faz a melhor permanente com madeixa que nunca sai de moda à vizinha que veio de férias à terra) e foi assim que me lembrei do "teste da cabeleireira":



diz que nove em cada dez cabeleireiras não conseguem ver o gato

nota felina:
já agora, não é um gato porque os machos só têm uma ou duas cores, trata-se de uma gata.

 
rui duarte
23:27
sábado
16 jun 2012



 
palmira maria
16:57
quinta-feira
07 jun 2012

nós vamos!
estive a fazer uma breve pesquisa: segundo parece ainda há bilhetes e o dia dos the cure é 14 de Julho (sábado), o que é ainda melhor porque, por enquanto, ainda não trabalho ao domingo ;)



 
palmira maria
23:32
terça-feira
05 jun 2012

lana del rey: eu gosto


 
palmira maria
 
22:57
quarta-feira
30 mai 2012

tenho que ir para casa
o que está na moda é pegar em músicas esquecidas meter umas partes em loop e fazer dinheiro... não gosto. esta é a versão oficial de uma música que muito recentemente toda a gente adorava e sabia a letra de cor, bonney m - "gotta go home":



nota sentida:
casa é onde tu estás

 
rui duarte
 
16:30
quarta-feira
30 mai 2012

biscoitos
ainda há dias estava a ouvir "gente" a dizer que ouvir limp bizkit é matar saudades dos "tempos fixes" e ocorreu-me, mais uma vez, que este mundo está perdido.
esta banda foi das piores coisas que passaram por aí e que eu tenho recordação consciente. senão pergunto pela lógica de uma banda que apela à revolta da população que ainda não tem idade para pensar mas cujo líder carismático anda sempre com boné porque não quer perder pontos com a calvície (e foi aí que andar de chapéu à noite ou com óculos escuros em sítios, como se diz?... escuros! infelizmente passou a ser fixe)

a outra coisa engraçada é que não tiveram músicas de jeito, atente-se que os seus melhores sucessos foram covers de the who (behind blue eyes), george michael (faith) e house of pain (jump)

falando nisso, na minha geração o grito de revolta pós-infantil foi mais ou menos assim:



house of pain - jump

atente-se que esta música é original da banda, nesta altura "o hip-hop" não era coisa de pretos e eles não são incrivelmente ricos apesar de terem tido um grande hit mundial que apela à violência e debilidade mental de muita gente que os ouve e realmente compra a música (porque nesta altura tinha mesmo que ser)

outra parte boa é que não se vê dinheiro ou mulheres bonitas a abanar no video-clip (ainda não descobriram que os video-clips dos pretos são um atentado à saúde pública?)

será um sinal do final dos tempos?... não me admirava, já falta pouco para dezembro e os maias diziam que não sei o quê (este é um mundo de mentecaptos que se influenciam uns aos outros e nunca ninguém ou então toda a gente tem razão)

 
rui duarte
 
escritas com a etiqueta "música".
 
1 2 3 4 5 6 7 8 9
 
(página...)
 
etiquetas:
escritas: 2324

rui duarte

palmira maria